fev 2020

Insight 

Áreas de Atuação

Transportes 4.0

A maioria dos carros já permite que clientes e OEM’s monitorizem e, até certo ponto, interajam com os seus veículos. À medida que avançamos em direção a um futuro cada vez mais autónomo, muitos casos de uso contam com essa conectividade e, assim, aumentam a necessidade de capacidade e confiabilidade sem fio, para que os carros se comuniquem entre si e com a infraestrutura circundante, Por exemplo, já vemos alguns veículos comerciais capazes de percorrer longas distâncias sem motorista - viagens que incluem operações remotas direcionando a última milha dos seus destinos.

No entanto, de uma forma geral, a infraestrutura de comunicação atual ainda não é fiável o suficiente para aplicações de missão crítica, com as redes e sistemas de comunicação a carecer da capacidade de gerir o tráfego de dados de frotas de carros autónomos que se comunicam em tempo real em ambientes urbanos densos ou ao longo de rodovias lotadas. Assim, a comunicação direta usa a banda de espectro de sistemas de transporte inteligentes (ITS) de 5,9 GigaHertz dedicada para comunicações de curto alcance, e não depende significativamente da rede celular, permitindo que os veículos se comuniquem diretamente com os arredores. Esse tipo de comunicação inclui a comunicação veículo a veículo (V2V), na qual os veículos comunicam para emitir avisos, evitar colisões ou compartilhar condições imediatas de estrada e trânsito. Também inclui a comunicação veículo-para-infraestrutura (V2I), onde os veículos se comunicam com a infraestrutura, como semáforos, sinais de trânsito e outras infraestruturas de transporte, para fortalecer ainda mais as medidas de segurança. Por exemplo, um semáforo pode alertar o veículo que irá ficar vermelho para que este ajuste a sua velocidade. A última forma de comunicação direta inclui a comunicação veículo-pedestre (V2P), onde o veículo se comunica com dispositivos transportados por pedestres para garantir sua segurança. Por exemplo, esses dispositivos podem avisar o veículo de que um pedestre está na passadeira em frente.

https://www.mckinsey.com/industries/automotive-and-assembly/our-insights/development-in-the-mobility-technology-ecosystem-how-can-5g-help?cid=other-eml-alt-mip-mck&hlkid=11519ccc446f41bcbfe25aae35f779e3&hctky=10186695&hdpid=1b7852d2-40c4-43fd-888e-6a655038887b#
Transportes 4.0