logo
twitter twitter facebook linked
Newsletter nº 12 | dezembro 2021
 
 
Notícias
Portugal sobe 3 lugares no Índice de Digitalidade da Economia e da Sociedade
 

Entre os 27 Estados-membros da União Europeia (UE), Portugal ocupa agora o 16.º lugar, refletindo os esforços de desenvolvimento digital da sociedade e da economia nacional, no raking do IDES (Índice de Digitalidade da Economia e da Sociedade).

Este índice é composto por 33 indicadores distribuídos em 4 dimensões: capital humano, conectividade, empresas e serviços públicos. Segundo os dados da UE, o saldo positivo de Portugal envolve subidas em 13 indicadores, entre os quais se destacam:

  • Capital humano: ocorreu uma subida de 6 posições (+11%) em termos de especialistas em tecnologias da informação e conhecimento, o que representa uma convergência com a média europeia, para o qual contribui o aumento expressivo de mulheres, que atingiu 22% do total, colocando Portugal em 9.º lugar neste campo e acima da média da eu;
  • Conectividade: o País ocupa lugares cimeiros na adesão à banda larga fixa rápida (3.º lugar) e à cobertura de rede fixa de capacidade muito elevada (7.º lugar);
  • Empresas: Portugal lidera o novo indicador da transição gémea (digital e verde) que reflete a adoção de tecnologias digitais com impacto na sustentabilidade ambiental, estando igualmente nos lugares cimeiros no indicador de adoção de tecnologias de Inteligência Artificial pelas empresas;
  • Administração Pública: Portugal mantém-se acima da média da UE, destacando-se na disponibilização de serviços públicos digitais para cidadãos e para as empresas.
LER MAIS
 

picture
 
Indústria aeroespacial nacional capta 63 milhões da UE
 

Entre 2014 e 2021, 43 projetos da indústria aeroespacial angariaram um total aproximado de 63 M€. Este investimento mais do que duplicou face ao anterior quadro comunitário (2007-2013).

Os projetos e o volume de investimento registado refletem a importância da atividade aeroespacial para o País. O setor aeroespacial tem crescido muito nas últimas duas décadas, principalmente desde que Portugal é membro da Agência Espacial Europeia, e vive uma das alturas mais interessantes, com uma dinâmica que se traduz numa presença internacional relevante. Nesta crescente afirmação, Portugal coordena 13 projetos internacionais financiados pelo Horizonte 2020, que envolvem a participação de 84 entidades nacionais, cujo financiamento oriundo das verbas europeias supera já os 30 M€.

LER MAIS
 

picture
 
 
Avisos abertos
CENTRO 2020
 

Alentejo 2020
 

PRR
 

PDR
 

AÇORES 2020
 

Pode consultar outros avisos abertos em https://streamconsulting.pt/pt/novidades
 
ÁREAS DE ATUAÇÃO
Inteligência Artificial na Cadeia de Valor Aeronáutica
 

Numa indústria onde é constantemente necessário melhorar processos de fabrico, reduzir erros humanos e tratar com eficácia os problemas de segurança, a Inteligência Artificial (IA) está a desempenhar um papel significativo, oferecendo informações úteis que, de outra forma, seriam impossíveis de aceder. Algumas aplicações da IA ao longo da cadeia de valor do setor aeronáutico são:

  • Melhor eficiência de combustível

    A IA está a ajudar os pilotos durante os voos, analisando dados críticos, como combustível, estado do sistema, condições meteorológicas, entre outros parâmetros que podem ser avaliados em tempo real para otimizar trajetórias de voo. Por exemplo, a Safety Line criou uma ferramenta de machine learning que pode otimizar perfis na subida do avião para os pilotos antes de cada voo. Uma vez que o processo de subida é o que consome mais combustível, a sua otimização resulta numa economia significativa.

  • Manutenção inteligente

    A manutenção é normalmente realizada numa base programada e, por isso, o processo pode ser demorado. Através de uma análise preditiva, é possível estudar os dados de sensores, interpretando-os e classificando-os. Como resultado, os algoritmos podem detetar e rastrear possíveis falhas, em tempo real, e prever os tempos de manutenção mais adequados, resultando em planos de manutenção mais inteligentes.

  • Treino de pilotos

    As instalações de treino de pilotos podem ser melhoradas, através de um ambiente de simulação adequado, usando IA em combinação com sistemas de realidade virtual. Esses simuladores podem também capturar e analisar dados para criar treinos personalizados usando biometria para monitorizar e prever o desempenho individual.

  • Design

    A inteligência artificial está cada vez mais a ser usada para criar peças eficientes, mais rápidas e mais leves, e é aplicada também para encontrar maneiras inovadoras de as projetar.

LER MAIS
 
picture

Indústria 4.0 – Fabricação Aditiva de componentes aeronáuticos
 

Hoje em dia, com a evolução dos métodos de produção, nomeadamente com a crescente inovação do fabrico aditivo, muitas empresas têm estudado a possibilidade da alteração dos seus processos produtivos. Com aeronaves com motores cada vez mais complexos e sofisticados e com a necessidade da redução de peso, tornou-se importante o estudo e análise de novos processos a adotar na produção de peças para esta indústria.

Apesar de ser o processo de fabrico mais usado ao longo dos tempos, de todos os processos de fabrico de peças metálicas, o forjamento está a ser descartado. Tal é facilmente explicado pela necessidade de produzir peças pequenas, leves e bastante detalhadas e complexas, mas ainda pela sua produção em baixos volumes e com redução de stocks. Em alternativa, o fabrico aditivo permite solucionar todos estes problemas.

Através de um modelo de custo desenvolvido no Instituto Superior Técnico, chegou-se a conclusões bastante positivas. Comparando duas tecnologias de impressão 3D (Powder Bed Fusion (PBF) e Direct Energy Deposition) com os métodos convencionais, as tecnologias aditivas mostraram-se economicamente bastante mais competitivas do que as técnicas conjuntas de forjamento e maquinação, implicando uma redução de custo de produção que pode chegar até três vezes menos (dependendo do volume de produção).

Apesar da evidente redução de custo, nos dias de hoje, esta análise isolada não tem impacto relevante. Assim, no mesmo estudo foi ainda desenvolvida uma análise do impacto ambiental das várias tecnologias e, mais uma vez, as tecnologias baseadas em impressão 3D mostraram-se mais eco-friendly que os métodos convencionais, principalmente a tecnologia PBF pela pouca necessidade de pós-processamento após a sua impressão.

picture
 
 
INOVAÇÃO TECNOLÓGICA
FLY.PT - Transporte aéreo urbano do futuro
 

O projeto mobilizador FLY.PT visa a investigação, desenvolvimento, prototipagem e teste de um novo conceito de transporte aéreo urbano modular, que integra a mobilidade horizontal com a mobilidade vertical. Este projeto tem a participação (num regime de inovação aberta) da mais alargada rede de empresas (10) e entidades do sistema de I&D (9), através do envolvimento da Associação de Aeronáutica Espaço e Defesa (AED Cluster Portugal).

O FLY.PT irá conceber o protótipo de um sistema de transporte aéreo pessoal intermodal, à escala, constituído por:

  • um veículo autónomo automóvel (skate), permitindo a mobilidade terrestre;
  • um veículo autónomo aéreo (drone), permitindo a mobilidade aérea;
  • uma cabine acoplável a cada um dos dois veículos, criando um sistema intermodal.

Adicionalmente irá desenvolver, prototipar e testar elementos de propulsão, armazenamento de energia, autonomia, acoplamento e integração, design industrial e conceitos de uso demonstrados por uma mockup da cabine à escala 1:1, com o objetivo de demonstrar a capacidade nacional neste subsetor aeronáutico.

O projeto, que irá terminar em 2023, conta com o apoio do COMPETE 2020 no âmbito do Sistemas de Incentivos à Investigação e Desenvolvimento Tecnológico, envolvendo um investimento de 8,2 M€, que resultou num incentivo FEDER de cerca de 5,7 M €.

LER MAIS
 
picture

VIRIATO – Veículo Inovador Reutilizável para Investigação e Alavancagem de Tecnologia Orbital
 

O projeto mobilizador VIRIATO tem como objetivo o desenvolvimento de um micro-lançador de satélites português que irá operar, preferencialmente, a partir do futuro porto espacial de Santa Maria - Açores.

O propósito final do consórcio de 13 entidades, liderado pela Omnidea e incluindo empresas, instituições de ensino superior, centros de investigação e interfaces, que trabalham em áreas como propulsão, aviónica e estruturas e equipamentos de suporte a operações, é dotar Portugal e a Europa de uma solução robusta, barata e ecológica para aceder ao mercado do lançamento de micro-satélites, que será um dos grandes vetores do desenvolvimento espacial dos próximos anos.

Com um investimento de 5,9 M€, o projeto VIRIATO conta com um apoio em cerca de 4,2 M€ pelo COMPETE 2020 e Lisboa 2020 no âmbito do Sistemas de Incentivos à Investigação e Desenvolvimento Tecnológico.

LER MAIS
 
picture
 
 
EVENTOS & DIVULGAÇÃO
EMAF 2021
 

Entre 1 e 4 de dezembro, a STREAM marcou presença na EMAF 2021, em Matosinhos.

Na 18.º edição da EMAF (Feira Internacional de Máquinas, Equipamentos e Serviços para Indústria) procurou-se dar resposta aos mais recentes desafios da Indústria 4.0, constituindo-se ao mesmo tempo como uma boa oportunidade para promoção do networking e partilha de ideias.

Mais de 360 expositores oriundos de Portugal, Espanha, França, Suíça, Itália e Alemanha apresentaram as suas soluções tecnológicas e inovações, bem como destacaram os seus serviços, apresentando máquinas, equipamentos e matérias-primas, onde se destaca o papel de alguns dos clientes da STREAM.

picture


PRÓXIMOS EVENTOS
 
  • EXPO DUBAI: 1/10/2021-31/03/2022, EAU
  • HEIMTEXTIL: 11-14/01/2022, Alemanha
  • FITMA: 18-20/01/2022, Cidade do México
  • EXPORT HOME: 24-27/02/2022, Porto
  • BOLSA DE TURISMO DE LISBOA: 16-21/03/2022, Lisboa
  • HANNOVER MESSE: 25-29/04/2022, Alemanha
  • ICMAE: 20-22/07/2022, Eslováquia
logo
apcer
Tel. 244 836 535 | Email: geral@streamconsulting.pt
Copyright © 2021 | Stream Consulting, Rua da Floresta n. 800 Edifício AOC Business Center, piso 0, 79, Azabucho, Pousos, 2410-021 Leiria
twitter
facebook
facebook
linked