logo
twitter twitter facebook linked
Newsletter nº 9 | setembro 2021
 
 
Notícias
Candidaturas a decorrer para nova linha de apoio à tesouraria de micro e pequenas empresas
 

Esta linha de crédito é a concretização de uma medida prevista no Orçamento do Estado para 2021 que procura apoiar as micro e pequenas empresas nas suas necessidades de tesouraria.

O limite máximo do apoio é de 75.000 € para as pequenas empresas e de 25.000 € para as microempresas, correspondendo a 3.000 € por cada posto de trabalho existente na empresa no mês imediatamente anterior à apresentação da candidatura, multiplicado por três.

As empresas que recorram a esta linha de crédito assumem o compromisso de manutenção do número de postos de trabalho, existentes a 1 de outubro de 2020, pelo período mínimo de um ano após a concessão do financiamento. Durante esse período também não será possível avançar com despedimentos.

O prazo máximo da operação é de 4 anos a contar da data de celebração do contrato, aplicando um período de carência de 12 meses.

Com uma dotação inicial de 100 milhões € a atribuir até 31 de dezembro, sob a forma de subsídio reembolsável, esta linha de apoio será gerida pelo IAPMEI.

LER MAIS
 

picture
 
StonebyPORTUGAL alavanca promoção da pedra natural no digital
 

A ASSIMAGRA (Associação Portuguesa dos Profissionais de Mármores, Granitos e Ramos Afins) criou a marca StonebyPORTUGAL para promover no mercado internacional os produtos de pedra natural fabricados por empresas portuguesas.

A estratégia passará por enfatizar a excelência da pedra portuguesa e a capacidade de transformação e aplicação nos mais diversos contextos e mercados, para gerar confiança na escolha da pedra, um material com propriedades distintivas que em muito podem contribuir para a sua competitividade e valorização em relação a outros materiais aplicados na construção de edifícios.

A marca está suportada numa plataforma digital, que reúne informação técnica e promocional do setor, desde a pedra portuguesa, a sua origem, obras com utilização de pedra nacional, a marca de certificação setorial e ligação a outros projetos desenvolvidos de grande repercussão internacional.

A criação desta marca permitirá às empresas portuguesas do setor tornarem-se mais competitivas no mercado global, já que a StonebyPORTUGAL será utilizada nos processos de exportação e de promoção internacional das empresas.

LER MAIS
 

picture
 
 
Avisos abertos
COMPETE 2020
 

AÇORES 2020
 

CONCURSOS EUROPEUS
 

PRR
 
 
ÁREAS DE ATUAÇÃO
Indústria 4.0 e BIM
 

A Solancis, empresa de extração e produção de calcário, é um exemplo da aplicação de tecnologias de digitalização e conceitos da Indústria 4.0 na melhoria dos processos produtivos e integração da cadeia de valor.

Antes mesmo de se começar a trabalhar a pedra, todos os detalhes do projeto são automaticamente verificados, num processo que se repete ciclicamente ao longo das várias fases da produção. Desde o desenho até à colocação da pedra na obra, a metodologia utilizada vai além do desenho assistido por computador (CAD), recorrendo à produção assistida por computador (CAM), suportada pela modelação BIM (Building Information Modeling).

Após o corte da pedra com determinada espessura e do polimento das chapas, as peças são digitalizadas e classificadas. Neste caso, o objetivo é verificar se têm a tonalidade pretendida para um projeto específico, passando depois para o processo de corte, evitando o desperdício. Ao longo das várias fases, os processos de digitalização e classificação repetem-se, para aferir, em todos os momentos críticos, a qualidade da pedra face ao projeto inicial.

Os sistemas de informação permitem também a modelação de peças em formatos mais complexos. As peças são numeradas, etiquetadas, minuciosamente revistas e embaladas para ocupar o mínimo espaço possível no transporte e otimizando os custos de logística. O sistema de numeração e etiquetagem permite montar as pedras no local da obra de uma forma muito mais eficaz, recorrendo ao apoio de modelos informáticos 3D.

O BIM permite a automatização de processos de corte de modelação das chapas de pedra através de modelos 3D e possibilita um alinhamento de todos os processos de fabrico, desde o design à colocação da pedra na obra. A antecipação dos erros ainda em projeto, evita ajustes após a fabricação, reduz exponencialmente os custos e aumenta a eficiência dos processos.

LER MAIS
 
Tendência de crescimento das exportações no setor
 

De acordo com os dados referentes a julho de 2021, o setor mantém a tendência de crescimento das exportações de pedra natural.

Os valores acumulados mensais apontam para um crescimento em volume de negócio de 17,9% (para cerca de 256M€) e de 22,06% em quantidade exportada (valores superiores a 1300 mil toneladas). Também se mantém a tendência de recuperação do preço médio da tonelada, com valores, ainda que negativos quando comparados com o homólogo, mas que neste momento se encontram em torno dos -4%.

Em termos de volume de negócio, os mercados intra e extra União Europeia encontram-se sensivelmente equilibrados e os destinos EFTA (Associação Europeia de Comércio Livre), OPEP (Organização de Países Exportadores de Petróleo) e PALOP (Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa) apresentam todos uma tendência de recuperação, face ao que se passou durante os primeiros meses de 2021.

Os primeiros cinco mercados são a China, França, Espanha, Alemanha e Reino Unido, que em conjunto globalizam cerca de 159 M€, um total de 62% do mercado global.

Em termos de crescimento do volume de negócios, a Índia lidera com mais de 191% (cerca de 3,3M€ e 10 mil toneladas), seguida por Cabo Verde com 74% (774 mil € e 3 mil toneladas) e Argélia com 72% (827 mil € e 3 mil toneladas).

No top 10 das exportações existe um crescimento generalizado do preço por tonelada praticado, liderado pelos mercados Sueco e Belga, com um crescimento de 16,8% e 14,2%, respetivamente. A Alemanha também surge destacada com um crescimento superior a 10%, seguida da Arábia Saudita, com quase 7%, a China e Estados Unidos da América com mais de 4%, fechando com os Países Baixos com quase 1,5%. A França e Espanha são a exceção no top 10, com decréscimos no preço praticado superiores a 10%.

LER MAIS
 
picture
 
 
INOVAÇÃO TECNOLÓGICA
ROBOMINERS
 

O projeto ROBOMINERS é financiado no âmbito do HORIZON 2020 e visa criar um robot capaz de explorar depósitos minerais subterrâneos.

A abordagem inovadora da ROBOMINERS combina a criação de um novo ecossistema de mineração com novas ideias de outros setores, em particular com a inclusão de conceitos disruptivos da robótica. O uso do robot será especialmente relevante para depósitos minerais pequenos ou de difícil acesso. Abrange tanto pedreiras abandonadas, hoje inundadas, que já não são acessíveis às técnicas convencionais de mineração, como locais outrora explorados, mas cuja exploração não foi considerada económica devido à pequena dimensão das jazidas ou à dificuldade de acesso.

Alguns benefícios passam pelo menor desperdício, redução de obras na superfície, inexistência de pessoal na pedreira e pelos menores investimentos no desenvolvimento de novos projetos de exploração, havendo assim um rápido retorno do investimento.

O projeto conta com um investimento de 7,4M€ e é composto por 14 organizações de 11 países europeus, sendo que já foram identificadas cerca de 1500 minas de potencial interesse para a aplicação desta tecnologia.

LER MAIS
 
picture

STREAM Consulting - BLM for Stone, O BIM LIBRARY and MARKETPLACE for STONE
 

A transição digital no setor da construção representa uma oportunidade para melhorar os níveis de produtividade, potenciando a inovação e reduzindo os custos dos processos de negócios e muitas vezes a pegada ecológica associada. Neste sentido, a STREAM Consulting, inserida no projeto mobilizador InovMineral4.0, está a desenvolver o BLM for Stone. O BIM LIBRARY and MARKETPLACE for STONE, ou simplesmente BLM STONE, é uma aplicação web que tem dois grandes objetivos, fornecer uma biblioteca digital para objetos BIM com o intuito de alargar a oferta destes ficheiros para a indústria da pedra, bem como a sua comercialização através de um Marketplace, oferecendo assim mais uma ferramenta que acompanha a transformação digital na indústria da construção nos principais países europeus e mundiais. A BLM Stone apresenta ainda uma solução para um dos principais problemas que a tecnologia BIM ainda não conseguiu solucionar, pois possibilita ao arquiteto ou engenheiro aplicar objetos customizados à sua medida nos seus modelos digitais.

LER MAIS
 
picture
 
 
EVENTOS & DIVULGAÇÃO
STREAM participa na formação “Tecnologias e Economia do Hidrogénio”
 

A STREAM está a participar na formação “Tecnologias e Economia do Hidrogénio”. Desenvolvida pelo INEGI, conta com a coordenação de Ricardo Barbosa e Zenaida Mourão, na qual é possível entender a urgência da adoção de medidas para a descarbonização e transição energética.

Neste contexto, nesta formação são abordados temas como a regulação, regulamentação, legislação e mercado do hidrogénio, casos de sucesso no setor, oportunidades e necessidades para a criação de mercado de hidrogénio e de desenvolvimento de negócio e os principais desafios à implementação do hidrogénio.

LER MAIS
 
picture


PRÓXIMOS EVENTOS
 
  • Marmomac: 29/09-02/10, Itália
  • Web Summit: 1-4/10, Lisboa
  • PORTUGAL 2030 Consulting Summit: 8/10, Lisboa
  • Tektónica: 6-9/10, Lisboa
  • MoldPlás: 3 – 6/11, Batalha
  • Portugal Smart Cities Summit: 16-18/11
  • Jornadas Técnicas da Cerâmica: 18-19/11, Aveiro
logo
apcer
Tel. 244 836 535 | Email: geral@streamconsulting.pt
Copyright © 2021 | Stream Consulting, Rua da Floresta n. 800 Edifício AOC Business Center, piso 0, 79, Azabucho, Pousos, 2410-021 Leiria
twitter
facebook
facebook
linked